Imóveis: pagamento à vista e financiado divide preferência no estado de SP

 
 
Fonte: InfoMoney
07 de junho de 2011 • 14h54
Por: Fernanda de Moraes Bonadia

 
SÃO PAULO – As compras de imóveis usados em março à vista e com financiamento imobiliário dividiram a preferência nas regiões do estado de São Paulo analisadas pelo Creci-SP (Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo).

De acordo com levantamento divulgado nesta terça-feira (7), no litoral do estado, a maioria (64,81%) das vendas de imóveis usados registradas no terceiro mês do ano foi feita por meio de pagamento à vista, enquanto os financiamentos chegaram a 28,24%.

Na capital paulista, mais da metade (52,76%) das vendas de março também foi paga à vista, enquanto 45,67% delas utilizaram o financiamento como forma de pagamento.

Por outro lado, na região que compreende o ABCD, Guarulhos e Osasco, predominaram os financiamentos, que representaram 65,59% do total de imóveis usados comercializados nessa região. Outros 33,87% foram pagos à vista.

No interior, os imóveis financiados também representaram mais da metade (51,38%) do total vendido, enquanto os pagamentos à vista corresponderam a 45,56%.

Financiamento pela Caixa
A pesquisa do Creci-SP ainda aponta que os financiamentos feitos pela CEF (Caixa Econômica Federal) prevalecem. Neste caso, em março, a região do ABCD, Guarulhos e Osasco se destacou novamente, pois no conjunto destas cidades as transações feitas pelo banco representaram 54,84% das vendas.

No interior, 39,44% das vendas foram financiadas pelo banco e, na capital paulista, 27,95% financiaram o imóvel usado por meio da Caixa.

Já no litoral, os financiamentos feitos pela Caixa chegaram a 23,15% do total das comercializações.

Outras formas de pagamento
Ainda segundo o Creci-SP, os paulistas também negociaram a compra do imóvel usado diretamente com o proprietário. No litoral, 6,94% das vendas foram feitas dessa forma.

No interior, 3,06% das vendas foram feitas diretamente com o proprietário.

Na capital e na região do ABCD, Guarulhos e Osasco, a participação atingiu 0,39% e 0,54%, respectivamente.

Já as compras por meio de consórcio tiveram registro apenas na capital, representando 1,18% do total de negócios realizados. No interior, litoral e região do ABCD, Guarulhos e Osasco não foi registrada essa forma de pagamento.

Vendas
No terceiro mês do ano, as vendas de imóveis usados no estado de São Paulo aumentaram. Nas 1.606 imobiliárias que constam na pesquisa, foram comercializadas 1.027 unidades, o que fez o índice de vendas subir 6,05%.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s